Buscar

EMPODERAMENTO DA JUVENTUDE: Formando futuros líderes

Por Vivian Feher F. Cardellach, Cofundadora de la Red por el Patrimonio Mundial


29 de diciembre 2021


Não é segredo que a base de todo progresso é a educação, o ensino e a motivação para estudar. Partindo dessa base, muitos de nós nos perguntamos em inúmeras ocasiões o que estamos ensinando aos nossos filhos e às gerações futuras. O que está falhando nas escolas, nas famílias, na sociedade? Ou melhor, o que falta para que ainda haja tanta falta de consciência ambiental e tanta indiferença dos jovens pelos problemas e injustiças globais?


Em 2015, as Nações Unidas criaram a Agenda 2030 com o objetivo de atingir 17 metas de desenvolvimento sustentável incríveis e inspiradoras em todo o mundo, que conhecemos como ODS. Hoje, praticamente entrando em 2022, estamos muito longe de alcançá-los, a menos que as coisas mudem radicalmente. Muitos esforços têm sido feitos de diferentes organizações, instituições, governo e nível empresarial, mas necessariamente muito mais precisa ser feito.


A participação de todos é fundamental e, principalmente, o apoio ao trabalho das organizações voltadas para o meio ambiente e a cultura, as crianças e as mulheres, a pobreza e a desigualdade social, a fome no mundo, o respeito, a paz etc.


Como a maioria das organizações, a Associação da Rede do Patrimônio Mundial apoia e divulga os ODS. Desenvolve este trabalho através da atuação junto a escolas, empresas e instituições comprometidas com o respeito e a valorização da diversidade cultural, natural e imaterial da humanidade. Um dos principais objetivos da Rede do Patrimônio Mundial é envolver o maior número possível de jovens e crianças em projetos para gerar impacto em suas escolas e compartilhá-lo com toda a comunidade internacional. São projetos que promovem o intercâmbio intercultural entre alunos de diferentes origens e condições, o que facilita às escolas contribuir para a promoção do respeito e da valorização da diversidade e para o desenvolvimento de competências socio emocionais.


Espera-se que o resultado do trabalho do projeto em escolas, webinars, palestras e atividades disponíveis para os membros da Rede do Patrimônio Mundial seja monumental. Da Rede temos o sonho de contribuir para a educação da cidadania global entre a nova geração de jovens e crianças inspirados na conservação da diversidade cultural e natural, para que possam liderar no futuro imediato de forma responsável e inspirar, por sua vez, aos atuais dirigentes de empresas e instituições para promover mudanças positivas.

Se quiser saber mais sobre o projeto, acesse: www.patrominiomundial.org